Nevos intradérmicos: que não se espalhe o pânico

Estamos perante uma das lesões mais frequentes e, felizmente, sem significado clínico de maior: os nevos melanocíticos intradérmicos, que se englobam no grupo dos denominados nevos melanocíticos adquiridos, vulgarmente chamados “sinais”. Aparecem depois do nascimento (sobretudo a partir da segunda década de vida), apresentam um crescimento lento, estabilizam-se e, a partir da 5a-6a década de vida, costumam regredir. O…