21º Congresso Nacional e 16º Encontro Nacional de Internos e Médicos de Família

A cidade de Vila Real foi o palco escolhido para o 21º Congresso Nacional e 16º Encontro Nacional de Internos e Médicos de Família, nos passados dias 29 e 30 de setembro. Foram 2 dias de reencontros e partilhas nas instalações da UTAD (Universidade de Trás-os- Montes e Alto Douro) entre todos os que se deslocaram ao interior do país para este evento.

Conta-nos Francisca Rebordão Topa, interna da USF Carnide Quer:

O programa incluiu temas como o estilo de vida saudável, saúde mental, desafios relacionados com o envelhecimento, termalismo, desafios no doente oncológico, a utilização das novas tecnologias na atividade assistencial, bem como a importância da relação médico-doente. O congresso destacou-se pelo interesse e componente prática dos workshops, pela qualidade científica e diversidade dos trabalhos apresentados, bem como pelos momentos de confraternização e partilha de experiências. O jantar convívio, muito do agrado dos participantes, foi animado pelo ilusionista Mário Daniel, ele próprio natural do distrito de Vila Real. A cerimónia de encerramento, um dos pontos altos do congresso, contou com a presença do Diretor Geral de Saúde, Dr. Francisco George, preletor da conferência “A génese dos Cuidados de Saúde Primários em Portugal”, momento de elevado significado para todos os presentes, e do Presidente da República, Prof. Marcelo Rebelo de Sousa, que salientou o privilégio de prestarmos um serviço insubstituível à sociedade, tendo também reforçado o papel basilar dos Cuidados de Saúde Primários em Portugal. Foi, sem dúvida, uma experiência enriquecedora e valorização pessoal, cuja participação recomendo nas futuras edições.

Manuela Bernardo, interna da USF das Conchas, destaca a atualidade das temáticas abordadas:

Gostei muito dos temas apresentados no congresso, nomeadamente da sessão de “Multiculturalidade e Saúde mental –Especificidades das Populações Migrantes em MGF” que é uma realidade cada vez mais frequente e com que nem sempre sabemos lidar. Outro tema apresentado que realço é o dos “Estilos de Vida Ativos Saudáveis”, em que cada vez mais nós, médicos de família, temos de intervir e ser primeira linha quer a nível de aconselhamento de atividade física quer de aconselhamento de uma dieta saudável!

Opinião também positiva da interna da USF S. Julião, Sara Carmona:

Foi a segunda edição do CNMGF em que estive presente. Gostei muito do conteúdo do congresso. Os workshops estavam bem organizados e dirigidos à nossa prática clínica tendo sido muito úteis, tais como as sessões a que assisti.

Houve tempo também para premiar os melhores trabalhos, estando a lista completa aqui.

Destaque para a mensagem optimista deixada pelo Prof. Marcelo: “a MGF não só não morreu, como reganhou importância…os tempos que vos aguardam são bons, no sentido de bons desafios e aventuras, essenciais para a Saúde em Portugal”.

Podes ver aqui a um vídeo da APMGF com as melhores imagens deste evento, para relembrar enquanto não chega o próximo.

Foi anunciado pelo Presidente da APMGF, Dr. Rui Nogueira, que a edição de 2018 se irá realizar na cidade de Setúbal. Até lá!

Maria João José
Colaboradora +mgf

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s