Pedras Preciosas na pele

Habitualmente designamos estas lesões por “angiomas rubi”. O outro termo utilizado para os designar, “angioma senil”, pode não ser bem aceite pelos doentes mais sensíveis.

rubies03

São os tumores vasculares benignos mais frequentes e algumas vezes motivo de consulta.

Surgem habitualmente como pápulas, múltiplas, persistentes com cerca de 1 a 6mm de diâmetro, vermelhas brilhantes, localizadas preferencialmente no tronco e em pessoas adultas.

Na realidade são um sinal de envelhecimento fisiológico e por esse motivo aumentam em número e tamanho com a idade. Também se observa alguma relação com fatores genéticos.

Surgem muitas vezes em adultos jovens como pontos milimétricos vermelhos brilhantes, que vão aumentando em número e tamanho, tornando-se palpáveis com o tempo. São assintomáticos, contudo, dependendo da localização, podem provocar algum desconforto local ou mesmo sangrar aquando de um trauma (sangramento ligeiro, sem critérios de gravidade).

Foram descritas formas irruptivas relacionadas com fatores hormonais, como a gravidez ou prolactinomas. Estas formas podem involucionar ao contrário dos restantes angiomas rubis que tendem a ser persistentes.

Apesar do diagnóstico ser simples, quando realizamos dermatoscopia podemos observar a típica imagem vascular, com estruturas lacunares homogéneas, como se observava no caso descrito, o diagnóstico diferencial é feito com granuloma piogénico, angioqueratomas e outras lesões vasculares. No caso de apresentar múltiplas lesões nas mucosas é importante descartar um Síndrome de Rendu-Osler.

São lesões sem potencial de malignização cujo tratamento deve ser realizado apenas por motivos estéticos e pelo desconforto que possam causar as lesões de maiores dimensões em determinadas localizações.

O tratamento pode ser realizado com Laser vascular ou electrocoagulação.
45-146-1

Uma vez explicada à doente a natureza das suas lesões foi realizada electrocoagulação, com prévia anestesia do local.

Como vimos o diagnóstico é fácil. É de suma importância que as referenciações utilizem a nomenclatura correta (angioma rubi e não “verruga”) e que apenas sejam enviados à consulta de Dermatologia os doentes com lesões de maiores dimensões e aqueles que apresentem sintomatologia associada, já que são as únicas indicações para tratamento.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s