+revistas #4

Se é verdade que não se pode melhorar o que não se mede, então temos que pensar muito sobre o que medimos quando optamos por definir o sucesso numa área da saúde.

 

A Diretora da Revista Portuguesa de Medicina Geral e Familiar, Dra. Paula Broeiro, escreveu na última edição da revista um editorial sobre a temática da complexidade em MGF. A complexidade dos doentes é potencialmente mais relevante do que a do diagnóstico, porque está frequentemente ligada a determinantes sociais de saúde e à necessidade de integração horizontal de cuidados, sendo indispensáveis o trabalho em equipa multiprofissional e uma articulação social eficientes.

Este editorial, de leitura obrigatória para todo(a) o(a) especialista e interno(a) de formação específica em MGF, apresenta-nos uma revisão rica sobre os benefícios da ciência da complexidade. Numa revisão narrativa histórica recente1 é descrito o desenvolvimento da MGF na sua relação com as teorias de sistemas adaptativos complexos. Nos últimos 15 anos estas teorias expandiram-se às organizações, conduzindo a uma tomada de consciência crescente da importância das interações entre os diversos sistemas e, em consequência, a mudanças na prestação de cuidados, na organização dos serviços e na perspetivação das reformas de saúde.1

Segundo McWhinney, deveríamos medir o que importa e não apenas o que é facilmente quantificável. Se, em medicina, uma pessoa doente requer uma abordagem holística que inclua a compreensão da singularidade resultante da interceção de sistemas (individual, familiar, social e sistema de saúde), então precisamos aprender a medir mais do que apenas o conjunto dos seus diagnósticos e terapêuticas.

 

1. Sturmberg JP,Martin CM, Katerndahl DA. Systems and complexity thinking in the general practice literature: an integrative, historical narrative review.Ann Fam Med. 2014;12(1):66-74.

 

Ana Rita Jesus Maria, editora +mgf
cover
Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s