+dermapixel #2r – Tinha corporis

And the winner is…

Não prolonguemos mais a agonia, certamente que muitos de vocês passaram as últimas noites sem dormir, pensando no post anterior da pobre senhora. A verdade é que praticamente todos incluíram a resposta certa no diagnóstico diferencial, portanto a maioria acertou.

Trata-se efetivamente de uma tinha corporis (anteriormente denominada “herpes circinado”, um termo que usamos cada vez menos, uma vez que induz confusão com processos virais), e se assumirmos que o uso prévio de corticóides alterou a natureza da doença, então colocar-lhe-íamos o rótulo de tinha incógnita (que é o nome que atribuímos às dermatofitoses tratadas com corticoterapia).

Há um detalhe que faz com que o diagnóstico seja bastante evidente (além do tempo de evolução, da sintomatologia, da unilateralidade da lesão e do ambiente rural em que vive a doente), que é a margem descamativa tão bem definida como se pode verificar se ampliarmos um pouco a lesão.

tinha 1

É aqui onde o interno expedito (enquanto espera que o tutor regresse do bar) recolhe uma amostra para uma lâmina e visualiza as hifas ao microscópio e adiciona uma gota de hidróxido de potássio a 10%. Assim, com uma lente de x40 e um pouco de sorte e habilidade, seremos capazes de visualizar várias hifas que nos darão o diagnóstico em apenas um par de minutos.

tinha 2

Se tivermos oportunidade realizamos uma cultura micológica para identificar a espécie, embora no caso dos dermatófitos se deva esperar um mês para obter o resultado, e por isso o KOH nos é tão útil. Não é viável esperar um mês para iniciar o tratamento da tinha devido à sua contagiosidade, pelo que se dispomos de um índice de suspeita razoável, devemos iniciar o tratamento na primeira consulta. Evidentemente, se podemos realizar um KOH na mesma consulta, prescreveremos antifúngicos sem qualquer dúvida, o que nos confere bastante tranquilidade. No caso da nossa doente, a cultura foi positiva para Trichophyton mentagrophytes, um fungo dermatófito zoofílico (reservatório animal).

tinha 3

tinha 4

Neste caso, a lesão começou no antebraço, progredindo até à zona da eminência tenar, pelo que não se pode falar propriamente de uma tinha manuum (quando está limitada à palma da mão). Não é infrequente a presença de vesículas ou bolhas nas tinhas do corpo e dos pés, especialmente as tricofíticas, pelo que a presença das mesmas suporta este diagnóstico. Em relação à minha pergunta sobre referenciar ou não, isso depende do quão claro temos o diagnóstico. Mas como vejo que a maioria acertou, seria correto iniciar o tratamento…

Mas qual?

A verdade é que eu iniciaria um tratamento oral, embora isto seja discutível, mas dermatofitoses com estas características sobretudo se há envolvimento palmar ou se são muito inflamatórias, o tratamento tópico costuma ser insuficiente, e em muitas ocasiões mal tolerado pelo doente. A esta doente prescrevemos terbinafina 250 mg por dia, durante 4 semanas, com resolução das lesões. Também lhe recomendamos tratamento tópico com flutrimazol, mas que não aplicou “por que lhe picava mais”. Outra opção seria prescrever um tratamento com itraconazol ou com fluconazol, ainda que a terbinafina apresente menos interacções medicamentosas. No entanto, há que ter em conta que esta não é adequada para tratar micoses produzidas por leveduras, pelo que se suspeitamos que possa tratar-se de uma candidíase não devemos utilizar terbinafina (também há casos de fracasso terapêutico em tinha capitis por Microsporum canis).

Não temos imagem final, mas coloco foto pós tratamento de outro caso semelhante com o mesmo diagnóstico (talvez um pouco mais difícil) para saber a vossa opinião.

tinha 5 tinha 6

Para a semana há mais!!

Obrigado pelos comentários.

Anúncios

Um pensamento sobre “+dermapixel #2r – Tinha corporis

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s