“Olha! É mesmo verdade, chegou o dia.”

Olha! É mesmo verdade chegou o dia.
E até foi ontem que tudo começou…
Mas hoje…e passados 40 anos a fazer o que mais gosto, quero deixar um MUITO OBRIGADA e um ABRAÇO para TODOS os colegas e TODOS os funcionários do Centro de Saúde e da Indústria, com quem tive o prazer de aprender, de trabalhar e de me relacionar…neste, que é o nosso Centro de Saúde, no Antigo Hospital de Sintra, nas restantes Unidades do ACES e na Direção e Coordenação do Internato.
A todos os Internos de MGF um enorme agradecimento pelo muito que me deram nos últimos nove anos.
Por fim, um apontamento importante de memória, e de muito respeito, para todos os que já não estão entre nós, pelos mais variados motivos e ainda, um sincero e sentido desejo de muito sucesso e felicidade para os que vão continuar no seu dia a dia este projecto, que foi, e é de todos.
Finalmente, quero que saibam que estarei sempre por cá para qualquer um de vós.

Para os meus Amigos da Mãe D’Agua..
AQUELE ABRAÇO! e um até amanhã, depois e sempre.

E para todos, a sorrir!…
“RELAÇÃO”
Breves Instantes….. de 30 anos de MGF. (a cumplicidade com as famílias, as emergências do dia a dia, e a reflexão…)

Adília Meneses

 

A Dra. Adília Piedade Meneses, orientadora de formação do ACES Sintra, USF Mãe de Água, iniciou funções como orientadora de Internato de MGF LVT em 2007.

Teve 5 internos sob sua supervisão: Fernando João Pina Delgado, Cecília Sonae Viãno,  Maria João Brás Silva Costa,  Genize Rossana Santos Gomes, João Maria Burquette de Barcelar Theriága.

Lemos as suas palavras de despedida desta atividade. Fica o nosso agradecimento público pela forma como desempenhou esta função.
Em baixo, encontramos o seu poema Relação.

Obrigada Drª Adília e até já!

 

RELAÇÃO

Como?
E porquê?
A verdade!
É que nada é
Como se vê.
Vidas…partidas,
Construídas,
Alargadas.
Reconstruídas,
Nascidas,
E acabadas.
Pais, filhos e netos…
Tantos conflitos .
E, tão grandes afectos.
Pessoas que nos cruzam,
Sentimentos que se aguçam.

Sabe…Dra.
O rapaz já é engenheiro.
Está no estrangeiro!
Sim!…Do rapaz já era suspeito
Que iria ter jeito.
Fico contente!
Apesar dele ausente.

E a dor no peito?
Há!. ..A dor, é no pé!
No artelho!
E no joelho.?
Dra…
Será artrose?
Ou osteoporose?
E esta tosse?
Não respiro.
Falta-me o ar.
Maldito azar!
E tem pieira?
Não!… canseira.
O pior é a tonteira,
Que ainda dura.
Então… tem tontura…
Palpitação?
E a tensão…está normal?
Sim!…sempre igual.
Mas…o seu coração…
Bem! Tem razão!
Vou prestar atenção.

Dra!…Dra!…faça-me um favor.
Sim!
Porquê?
Sabe, sou a da ansiedade…
“Que horror!!
Que fatalidade!
Banalidade!
Quando a doença,
Nos toma a identidade.”
Óh!! D.Piedade.
Ansiedade…,
Não é qualidade.
Nem identidade.
D. Piedade…e é urgente?
O seu catão de utente.

Adulto…
Criança…
Adolescente.
Auscultação.
Certidão…
Declaração,
Pânico!… Pavor!
Dor…,Até pudor!
E o que fazer?
Comprazer, e entender.
E sem esmorecer,
Dar e receber.
A pessoas tão fortes.
Saudáveis, ou doentes,
Em desnorte!
Que cruzamos…
Questionamos…
Acompanhamos,
Cuidamos…
E nos relacionamos.
Sendo que…
Todos nos enriquecem!
E nunca se esquecem!

Então?…Dra!…já se vê.
Ser médico,
É para tudo ter remédio.
É remédio, para o que se vê.
Para o que não se vê.
E para o que se antevê!
Olha! Até tem razão!
Ou se prevê!
PREVENÇÃO…
É pilar desta relação…
E que, RELAÇÃO!!!
Daí…
O Como?
E, o Porquê

Adilia Meneses
MGF
2015

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s